Comércio varejista não essencial aberto a partir de hoje (31.07)

Decreto Municipal nº 21.091 estabelece critérios intermediários entre as restrições da bandeira vermelha e da bandeira laranja.

Foi publicado hoje o Decreto Municipal nº 21.091, que estabelece os protocolos que definem as medidas sanitárias segmentadas para o funcionamento de estabelecimentos públicos ou privados, comerciais e industriais, conforme o Modelo De Distanciamento Controlado criado pelo Estado. Em sistema de cogestão, o Decreto possibilita que toda vez em que a Macrorregião Serra for classificada pelo modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Estado em Bandeira Vermelha possa abrir o comércio desde que, respeitado os critérios estabelecidos no art. 3º, mediante justificativa técnica clara, objetiva e amparada em dados do município.
A abertura do comércio varejista não essencial será de 30% dos trabalhadores acima de 3 funcionários, que poderão atender com até 03 funcionários, um cliente por atendente, sem possibilidade de "espera" no interior do comércio. Para estabelecimentos com mais de 3 funcionários, o atendimento dever ser de um cliente para cada 16m² e com horário de funcionamento até 19 horas. Para a presidente do Sindilojas, Idalice Manchini, a reivindicação de atender os clientes mesmo em bandeira vermelha foi atendida e esse é o momento do comércio reagir: “Esse Decreto nos liberta da dependência do anúncio das bandeiras feito pelo Estado, o que vai permitir que possamos administrar as nossas equipes para atender, mesmo em bandeira vermelha”, afirma.
Caxias do Sul está na bandeira vermelha até esta sexta-feira, quando terá novo anúncio do Estado. Além do Modelo de Distanciamento do Governo do Estado, em Caxias do Sul decretos municipais estão em vigor, principalmente o que proíbe a entrada de grupos nos estabelecimentos comerciais, uso obrigatório de máscaras e fechamento de praças e parques nos finais de semana evitando aglomerações.