Concerto da Solidariedade da Orquestra Sinfônica da UCS tem estreia com Rock in Concert

O concerto é uma parceria entre a UCS e a ADCE.
A Universidade de Caxias do Sul informa que no dia 1º de julho de 2018, a Orquestra Sinfônica apresentará o espetáculo Rock in Concert, às 19h, no UCS Teatro, estreando a Série Concertos da Solidariedade.
Essa primeira edição é uma parceria entre a Universidade de Caxias do Sul (UCS) e a Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas de Caxias do Sul (ADCE), com o apoio da UCS FM, Neoplann Urbanizações, FW Flores e Decorações, HD Caxias Motorcycle Club e Editora São Miguel.
Sob a regência do Maestro Manfredo Schmiedt e o vocal de Rafa Gubert, a Orquestra Sinfônica da UCS e Banda apresentarão clássico do Rock.
Os ingressos custam R$ 150,00, garantida a meia-entrada para idosos e estudantes e estão à disposição na UCStore ou com os comendadores do evento. O montante arrecadado será destinado para três entidades assistenciais de Caxias do Sul: Projeto Mão Amiga, Patna e Médicos do Sorriso.
A Orquestra tem o patrocínio da Unimed Nordeste e o apoio do LionsEduC.


Serviço:
Concerto da Solidariedade - Rock in Concert
Quando: 1º de julho de 2018, domingo, às 19h
Onde: UCS Teatro
Quanto: R$ 150,00 (público em geral) e R$ 75,00 (idosos e estudantes)
Ponto de venda: UCStore
Sobre o Maestro:
Com Mestrado em Regência pela Universidade da Geórgia (EUA) e Graduação em Regência pela Universidade Federal de Rio Grande do Sul (UFRGS), Manfredo Schmiedt participou de cursos de regência na Alemanha, na Holanda, na Argentina, nos Estados Unidos e no Brasil. Estudou com renomados maestros, como Eleazar de Carvalho, Roberto Duarte, Lutero Rodrigues, Ernani Aguiar, Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Emilio de César, Arlindo Teixeira, Hans van Homberg, Helmut Rilling, Jean Fournet, Eric Ericson, Mark Cedel, Melinda O'Neal e Yoel Levi. Em virtude de seu destacado desempenho acadêmico, recebeu duas importantes condecorações nos Estados Unidos: “Pi Kappa Lambda Music Honor Society” e “Director's Excellence Award”. Foi regente convidado no “High School Workshop”, promovido pela Universidade da Geórgia. Obteve, em duas oportunidades, o primeiro lugar no “Concurso Jovens Regentes”, promovido pela Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Recebeu o “Prêmio Açorianos de Música” por sua participação como maestro na peça “A História do Soldado”, de Stravinsky. Em sua experiência como regente de coros, destacam-se seus trabalhos com o Coro Sinfônico da OSPA, Coral 25 de Julho, de Porto Alegre, e Coro de Câmara Ars Vocalis. Foi, durante dois anos, regente-assistente da
Orquestra Sinfônica da Universidade da Geórgia (EUA) e, durante quatro anos, assistentedo maestro Isaac Karabtchevsky, na OSPA. Além de suas atividades na OSUCS e na OSPA, foi convidado para reger as seguintes orquestras: Orquestra Sinfônica do Sodre (UR), Orquestra Sinfônica Provincial de Rosário (AR), Orquestra da Universidade de Cuyo de Mendoza (AR), Orquestra Filarmônica de Mendoza (AR), Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de San Juan (AR), Orquestra Petrobrás Sinfônica (RJ), Orquestra
da USP (SP), Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul (SP), Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (SP), Orquestra Filarmônica do Espírito Santo (ES), Camerata Sesi – Vitória (ES), Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (RN), Orquestra de Câmara da Ulbra (RS), Orquestra de Câmara do Teatro São Pedro (RS), Orquestra de Câmara SESIFundarte (RS), Orquestra Filarmônica de Belgrado (Sérvia), Orquestra Sinfônica da Radio y Televisão (Sérvia), Northern Iowa Symphony Orchestra (USA) e Albany Symphony Orchestra (USA). Manfredo Schmiedt nasceu em Porto Alegre. Com dez anos iniciou seus estudos musicais estudando trompete e, atualmente é o Maestro Titular e Diretor Artístico da Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul - OSUCS e regente do Coro Sinfônico da OSPA.

Sobre Rafa Gubert:
O cantor Rafael Gubert iniciou sua carreira em 1995 como vocalista do grupo Imagem, de Caxias do Sul, sua cidade natal. Em 1998, ingressou na banda Akashic, com a qual realizou duas turnês pela Europa e possui dois discos lançados no mercado internacional. Depois disso, cantou em diversas bandas e projetos independentes em parceria com músicos do país. Rafael foi premiado com o Oscar della Musica 2001, em Roma, prêmio concedido para as maiores revelações da música italiana em todo o mundo. No ano seguinte, foi convidado a participar da gravação do cd do guitarrista português Paulo Barros, na Cidade
do Porto. O disco Gemini foi lançado na Europa pela gravadora alemã Point-Music. Em 2003, iniciou uma parceria com a cantora Tita Sachet, com quem até hoje realiza trabalho acústico. Fruto desta dupla, o disco Divisível por Três, foi produzido em 2005, em associação com o também cantor Sandro Stecanella. Desde 2008 é vocalista da Hardrockers. A banda já se apresentou em parceria com a Orquestra Sinfônica da UCS, com o projeto "Rock in Concert", e com o Coro Cant'arte, no projeto "Ricordi d'Italia". Rafael
também é solista em vários espetáculos das Orquestras Unisinos Anchieta, Sinfônica da UCS, La Salle, Municipal de Sopros de Caxias do Sul, de Sopros de Garibaldi, de Sopros de Veranópolis e de Teutônia. Rafael Gubert é apresentador do Mississippi Delta Blues Festival, e um dos interpretes oficiais da música tema da Festa da Uva 2016. Em 2015 foi solista junta à OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e Coro Sinfônico) no auditório Araújo Vianna em Porto Alegre.